ES EN PT

Institution

UJR - AmLat

CIP - Congregação Israelita Paulista

CIP - Congregação Israelita Paulista

HISTÓRIA

Há 83 anos, um grupo de judeus alemães vindos de uma Europa hostil fundou a Congregação Israelita Paulista. Em seus primeiros anos de existência, a CIP dedicou-se ao acolhimento destes imigrantes, que chegavam ao Brasil trazendo apenas incertezas em sua bagagem. Com o tempo, a comunidade se fortaleceu e se transformou em um centro comunitário, religioso, cultural, social e beneficente de referência na cidade de São Paulo. 

VISÃO

Ser uma comunidade judaica de referência no judaísmo liberal, crítico e pensante para o Brasil. Uma kehilá kedoshá baseada em valores e conteúdo, e fundamentada no Ticun Olam e na assistência social. Relevante para seus membros e reconhecida como modelo de acolhimento, de inserção social, de integração comunitária e de educação abrangente.

MISSÃO

Influenciar a continuidade do judaísmo através de uma plataforma que reúna conteúdo e serviços religiosos judaicos no perfil liberal, alcançando todas as faixas etárias e levando o conhecimento da herança judaica a todos, acolhendo e acompanhando as famílias em todo seu ciclo de vida.

PRINCÍPIOS

O judaísmo nos pertence porque o estudamos, praticamos e sentimos. Acreditamos em um judaísmo ativo e plural que não está restrito às paredes da sinagoga.

1. Somos pensadores e não acreditamos e nem nos submetemos a dogmas.

2. A educação é nossa principal ferramenta de aprimoramento permanente de espiritualidade, transformação, apoio e congregação.

3. Cultivamos o acolhimento, o sentimento de pertencimento e a responsabilidade coletiva. 4. Estimulamos e valorizamos o ativismo voluntário.

5. Ticun Olam: olhamos para fora, para nossa sociedade, somos atuantes e interessados em sua melhoria.

6. Estamos em sintonia com os valores mais amplos de uma sociedade democrática e prontos para defendê-los.

7. Somos sionistas, acreditamos no direito inquestionável do povo judeu a ter seu lar na terra de Israel e nos sentimos intrinsicamente ligados a esse Estado democrático, independentemente do governo eleito por seus cidadãos.